Saúde

Número de brasileiros que dirigem após beber cai 21,5% desde 2012

Desde 2012, ano de endurecimento da Lei Seca, o percentual de adultos que admitem dirigir após ingerir bebidas alcoólicas caiu em 21,5% nas capitais brasileiras. O estudo foi encomendado pelo Ministério da Saúde e divulgado neste final de semana.

Os homens continuam assumindo mais a infração que as mulheres – 9,8% dos entrevistados do sexo masculino admitem o crime, contra 1,8% do sexo oposto. Mesmo assim, após a mudança da legislação em 2012, menos homens têm aceitado correr o risco – uma queda de 22,2% entre os anos de 2012 e 2015.

Entre as capitais brasileiras, as que mais diminuíram a quantidade de motoristas que bebem está Fortaleza, com queda de 54,1%, Maceió, com 53,2%, João Pessoa, com 51,5% e Vitória, com 50,7%. Cuiabá e Boa Vista, no entanto, apresentaram um aumento no número de pessoas que assumem beber e dirigir: alta de 15,8% e 13,2%, respectivamente.

A população adulta de Florianópolis é a que mais admite abusar da combinação álcool e direção – 19% assumem a prática -, seguida pelas cidades de Palmas, com 11,9% dos moradores, e Cuiabá, com 11,7%.

Apesar do alto índice de moradores que admitem a infração, Florianópolis e Palmas apresentaram uma boa redução de motoristas que bebem, com queda de 18,2% e 19%, respectivamente. Recife, Maceió e Vitória tiveram a menor redução no número de motoristas que bebem, com 2,6%, 2,9% e 3,2%.

teste_alcoolemia620x465

Em 2015, 5,5% dos motoristas brasileiros declararam que dirigiam após beber qualquer quantidade de álcool, contra 7% no ano de 2012.

Os dados são da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2015) que realizou mais de 54 mil entrevistas nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal.

O que diz a Lei Seca
O motorista que ingerir qualquer quantidade de bebida alcoólica e for submetido à fiscalização de trânsito está sujeito a multa no valor de R$ 1.915,40 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Em caso de reincidência, o valor da multa é dobrado.
Fonte: http://g1.globo.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios