AmazonasNovidades

Wilson Lima anuncia decreto com medidas de prevenção para período eleitoral

Em entrevista coletiva concedida após reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, nesta quarta-feira (14/10), na sede do Governo do Estado, o governador Wilson Lima reforçou a necessidade de cumprimento do Decreto nº 42.794, de 24 de setembro de 2020, que estabeleceu medidas complementares para o combate ao novo coronavírus no Amazonas. 

Segundo ele, a flexibilização das medidas está condicionada aos dados da pandemia monitorados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), que tem observado uma tendência de aumento nas hospitalizações por Covid-19 em faixas etárias acima de 40 anos, especialmente na rede privada, além de aglomerações no interior em função do período eleitoral, o que favorece a transmissão da doença.

“Com relação à flexibilização, vai depender dos números que irão se apresentar nos próximos dias. Nós vamos avaliar, durante mais uma semana, para saber esse comportamento e o resultado dessas aglomerações, tanto na capital quanto no interior. Há possibilidade, sim, de a gente flexibilizar, mas há a possibilidade também de a gente retroagir de algumas aberturas que já fizemos”, afirmou o governador.

O Decreto nº 42.794 suspendeu, no âmbito estadual, o acesso às áreas de praias para recreação; o funcionamento de balneários e flutuantes; além da abertura de bares, mesmo que na modalidade restaurante.

O texto também proibiu a realização de eventos em casas noturnas, boates, casas de shows e imóveis destinados à locação para esta finalidade, tais como casas, sítios, chácaras, associações e clubes.

Internações

Para as autoridades de saúde, as medidas restritivas também são necessárias para reduzir a pressão sobre a rede de assistência, que também tem registrado aumento nas internações e atendimentos de urgência e emergência por outras causas, principalmente acidentes de trânsito.

De acordo a FVS-AM, os óbitos por esse tipo de trauma tiveram aumento de 44% no mês de setembro, em comparação com o mesmo período de 2019.

Eleições

Levantamento da FVS-AM aponta que 48% dos municípios do estado registraram aumento de casos de Covid-19 entre os dias 27 de setembro e 10 de outubro, com destaque para Parintins, Carauari e Tefé. Os números estão diretamente relacionados às aglomerações provocadas por eventos eleitorais, como convenções, comícios e passeatas.

Para conter esse cenário, o governador Wilson Lima anunciou que está em tratativas com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Aristóteles Thury, para propor restrições e recomendações de prevenção a serem cumpridas durante o período eleitoral.

“Nós estamos construindo um decreto para estabelecer algumas restrições e também algumas recomendações aos partidos e aos candidatos e à própria população, aos simpatizantes, para que a gente evite aglomerações e garanta o uso de máscaras, de álcool em gel e todos os protocolos que foram estabelecidos pelos profissionais da área de segurança”, acrescentou Wilson Lima.

Fonte: deamazonia.com.br

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios