Artistas protestam em Manaus contra morte de venezuelana que viajava de bike pelo Brasil

Portal Tabatinga

Artistas e amigos da venezuelana Julieta Hernández, que foi morta no interior do Amazonas enquanto viajava de bicicleta pelo Brasil, fizeram um protesto na tarde deste sábado (6), em Manaus. Indignados com a brutalidade do crime, eles ocuparam um dos símbolos do turismo no estado, o Largo de São Sebastião, que fica diante do Teatro Amazonas, e chamaram a atenção das autoridades para o caso.

Julieta estava no Brasil há 8 anos, ela pedalava por diversos estados do país fazendo apresentações circenses. Em passagem pela cidade de Presidente Figueiredo , ela foi atacada por um casal que estava morando de favor no mesmo refúgio que a artista estava hospedada, segundo a polícia.

Os suspeitos de envolvimento no crime estão presos. Em depoimento à polícia, um deles disse que o crime foi cometido 14 dias atrás, mesmo período em que os amigos da vítima perderam o contato com ela.

O ato em memória da venezuelana na capital amazonense foi convocado pelas redes sociais e organizado coletivamente por artistas, grupos de teatro, circo e artes cênicas. Além de membros de centros culturais e movimentos sociais participaram da ação denominada “Para Sempre #JulietaPresente”.

fonte: G1 Amazonas