Você sabe quais são os tipos de violência cometidos contra as mulheres???

Portal Tabatinga

Dia 25 de novembro é Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, data muito importante, porque, tem como objetivo de denunciar os crimes contra as mulheres no mundo todo e exigir políticas em todos os países para sua erradicação.

Por isso, o Portal Tabatinga conversou com a Defensora Pública, Dra. Jessica Cristina, para sabermos quais são os tipos de violências sofridos pelas mulheres, violências que muitas vezes, são desconhecidas por elas como crime.

Dra. Jessica inicia falando que a violência doméstica tem respaldo na Lei Maria da Penha e ressalta que a Lei abrange não só a relação do companheiro e companheira e que a pessoa não precisa morar junto, basta ter uma relação de afeto.

Acompanhe agora as formas de violências consideradas crime contra as mulheres:

  1. Violência física: são condutas que ofenda a integridade física da mulher por meio de lesões e homicídio.
  • Violência Patrimonial: quando o suposto agressor, destrói, retém, subtrai objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, que as mulheres precisam para satisfazer as suas necessidades, sejam elas pessoais ou profissionais como por exemplo, o material da manicure, o material da faxineira, o celular para quem utiliza como ferramenta de trabalho entre outros.
  • Violência psicológica: aquela que ninguém ver, mas que é mais sentida, e a conduta onde o agressor causa o dano emocional comprometendo a auto estima da mulher, como por exemplo, quando o agressor perturba a vítima, persegue, a impede de usar certos tipos de roupa, a proíbe de ir à igreja, não a deixa sair com as amigas, ou seja ele exerce o controle da vida da mulher.
  • A violência moral: formalmente são os crimes de calúnia, difamação e injuria, ofensa a honra, como por exemplo, xingamento, chamar a mulher de todos os nomes, humilhando e ofendendo a honra da mulher na frente de outras pessoas.
  • Violência sexual: não visa somente a conduta sexual, mas também condutas que visam a intimidação a ameaça, a coação uso da força para usar ou deixar de usar métodos contraceptivos, forçar um matrimônio, uma gravidez, um aborto, uma prostituição por meio de chantagem, manipulação, entre outros.

A dra. Também informa que as vítimas de violências podem procurar ajuda na rede de apoio e proteção, como delegacia, Defensoria Pública, Ministério Público, ou no Fórum do município.

O endereço da Defensoria Pública em Tabatinga é: Rua Coronel Berg, S/N, Comunicações (atrás da Caixa Econômica Federal).

Contato: whastapp (92) 985591599