NovidadesSaúde

Aeroportos de Tefé e Tabatinga adotam triagem imediata de passageiros, devido Covid-19

Os aeroportos de Tefé (a 525 quilômetros de Manaus), e Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), nas regiões do Médio e Alto Solimões, respectivamente, adotaram a triagem imediata de passageiros que desembarcam no terminal, para garantir a segurança dos passageiros e empregados no combate à pandemia do Covid-19.

 As recomendações são do Ministério da Saúde, Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além de órgãos estaduais e municipais. 

Desde a última sexta-feira (20/3), em parceria com a Infraero, as Prefeitura de Tefé e Tabatinga, por meio das Secretarias Municipais de Saúde (Semsa), realizam a abordagem para triagem rápida, onde colhem informações como a origem do viajante, informações pessoais, se teve algum contato com alguém infectado pelo novo coronavírus e se apresentou algum dos sintomas.

 Os terminais também adotaram todos os protocolos de higienização e segurança de passageiros e funcionários, intensificando a limpeza de áreas comuns do aeroporto, em especial banheiros, cadeiras de rodas, ambulifts, maçanetas e bem como ampliou a disponibilização de itens de higiene, como sabão, papel toalha e álcool em gel em todo o aeroporto.

 Além disso, desde o dia 24 de janeiro, os aeroportos estão veiculando avisos sonoros da Anvisa em quatro idiomas, sobre cuidados relativos à higienização de mãos, distanciamento entre pessoas, e demais orientações de prevenção ao Covid-19. Na mesma data, a Infraero iniciou a divulgação de alertas sobre o vírus aos funcionários do aeroporto.  

 A Infraero dispõe ainda de uma Sala de Crise, ancorada pela área de Operações da empresa, para aplicação de medidas nos aeroportos administrados pela empresa de forma alinhada estrategicamente com Anvisa e demais órgãos competentes.

Funcionamento aeroporto

Segundo informações da Infraero, diante da pandemia do novo coronavírus, Covid-19, os Aeroportos de Tefé e Tabatinga, seguem operando normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário, conforme as normas do setor.

 “Isso ocorre porque o transporte aéreo é fundamental para o deslocamento, por exemplo, de órgãos para transplante, equipes médicas, além da movimentação de mercadorias e equipamentos médicos”, afirma o presidente da empresa, Brigadeiro Paes de Barros.

 O presidente da Infraero lembrou ainda que, considerando o nível de controle dos aeroportos, os equipamentos têm sido requisitados para que sirvam como pontos de apoio para governos estaduais e municipais, por exemplo, na triagem de pessoas possivelmente infectadas. “A Infraero sempre teve uma relação de parceria com as administrações públicas locais, o que não seria diferente, neste momento, em que temos que nos unir no combate ao Covid-19”, afirmou Paes de Barros.

 Ainda conforme a Infraero, os aeroportos de Tefé e Tabatinga, são a única porta de entrada, via aérea, do médio e alto Solimões, sendo fundamental como base para transporte de enfermos e missões humanitárias dos municípios vizinhos, além de seu valor para o comércio local.

Em Tefé, o a terminal beneficia também as cidades de Carauari, Eirunepé, Coari, Juruá, São Gabriel da Cachoeira, Japurá, Fonte Boa, Iauaretê, Envira, Itamarati, São Paulo de Olivença e localidades adjacentes.

 Para mais informações, acesse https://bit.ly/2xbmIQ8 ou  http://www4.infraero.gov.br/coronavirus.

Fonte: Portal de Amazônia

Deixe Sua Curtida
Curtir Amei Haha Uauu Triste Grrr

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios