Notícia LocalNovidades

Pesquisa Arqueológica garante preservação do meio ambiente em Estirão do Equador, Atalaia do Norte

Com o objetivo de identificar a presença de vestígios arqueológicos na região onde esta prevista a construção da Usina Termoelétrica (UTE) Brasil Bio Fuels- Estirão do Equador, um grupo de pesquisadores, liderado pelo arqueólogo Dr. Rhuan Carlos Lopes realiza uma pesquisa  minuciosa, com coletas de dados e materiais além de esclarecimento junto à população do entorno, para garantir a preservação do patrimônio arqueológico. O empreendimento está localizado no município de Atalaia do Norte.

De acordo com o coordenador da pesquisa, o estudo faz parte das exigências do Licenciamento Ambiental da área, procedimentos que devem ser cumpridos por empreendedores para proteger o meio ambiente natural e cultural. Ele lembra que este tipo de pesquisa se faz necessário para evitar prejuízos ao meio ambiente. “Nossa intenção é verificar se na área destinada ao empreendimento há indícios de vestígios arqueológicos, para que sejam preservados” destaca.

A arqueóloga Francisca Bentes, coordenadora dos trabalhos de campo, explica que no caso da UTE Brasil Bio Fuels- Estirão do Equador, Atalaia do Norte, como as obras ainda não iniciaram, há  a possibilidade de se exercer um gerenciamento correto do patrimônio arqueológico.

O projeto conta com o apoio institucional do Museu de Arqueologia da Secretaria de Cultura do Estado do Amazonas (SEC).

Deixe Sua Curtida
Curtir Amei Haha Uauu Triste Grrr

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios