sexta-feira, 17 fevereiro de 2017
Início / Amazonas / “Terras caídas” desabrigam 295 famílias em São Paulo de Olivença

“Terras caídas” desabrigam 295 famílias em São Paulo de Olivença

O município de São Paulo de Olivença sofre com o fenômeno das terras caída e na quarta-feira, 12, a frente da cidade voltou a cair, causando pânico entre os moradores. Desde 2010 o fenômeno vem se repetindo, com os habitantes perdendo suas casas. O número de famílias desabrigadas já soma 295.

img_2942  img_2947
Os moradores reclamam do atraso da obra de contenção da orla e do atraso na entrega da obra de construção de 150 unidades habitacionais.
O prazo para início da obra de contenção era dia 8 de maio de 2015 e deveria ser entregue este ano. O valor do projeto é de R$ 99.326.330,00. O avanço da erosão, no entanto, tem expulsado os moradores de suas casas.
O Grupo S.O.S. São Paulo de Olivença, Nonato Rocha, denuncia a Secretaria de Infraestrutura do Amazonas. O presidente do grupo diz que a Seinf diz que faltam 12% para conclusão da obra. “Na verdade, nós não temos nada disso concluído. Nada foi feito na verdade”, afirma. Segundo ele, R$ 6 milhões teriam sido gastos na construção de uma ponte de concreto. No local, há equipamentos abandonados e uma pequena ponte de madeira, feita pelos moradores.

img_2944
O Governo do Estado mandou construir 150 unidades habitacionais. A maioria já está em fase de acabamento, mas a entrega da obra demora e no local não há ninguém trabalhando.
A Prefeitura de São Paulo de Olivença tem ajudado as famílias desabrigadas com transporte e aluguel social e que tem buscado ajuda do governo para solucionar o problema.

Viu isso?

Eduardo Braga acerta com o ministro da Integração Nacional as primeiras ações de socorro às vítimas das cheias no AM

O senador Eduardo Braga (PMDB/AM) debateu, nesta terça-feira (14/02), com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, …