quarta-feira, 15 fevereiro de 2017
Início / Notícia Local / Repórter da Globo Pedro Bassan, esteve em Tabatinga realizando matéria para o Fantástico

Repórter da Globo Pedro Bassan, esteve em Tabatinga realizando matéria para o Fantástico

A tríplice fronteira foi destaque neste domingo, 09, no programa do Fantástico. Desde o dia 04 de janeiro, o repórter da Globo Pedro Bassan esteve na região e com isso, despertou a curiosidade de muitas pessoas que o viram transitando por alguns lugares de Tabatinga, Letícia e Santa Rosa.

Foto: Reprodução Internet

Nos últimos dias, a capital do Amazonas, Manaus, foi destaque nos principais meios de comunicação devido ao horrendo episódio que aconteceu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim onde a facção Família do Norte (FDN) matou 60 detentos supostamente membros do PCC durante uma rebelião de 17 horas na capital amazonense.

Como a rota do Rio Solimões é um dos principais corredores de entrada de drogas no Brasil, não foi difícil deduzir que a reportagem falaria sobre como  as Facções utilizam sua rota de entrada marítima de drogas pela fronteira com Peru e Colômbia.

E foi exatamente o que vimos no programa do Fantástico, Pedro Bassan começou a reportagem na divisa entre os 3 países no meio do Rio Solimões mostrando Tabatinga como sendo a porta de entrada para o tráfico de drogas. Abordou os caminhos que os traficantes usam, para que a droga produzida na região chegue aos grandes centros consumidores do Brasil e o trabalho incessante da Polícia Federal por todo o Rio Solimões através de vistorias nas embarcações que viajam diariamente para a capital Manaus.

Sobre nossa fronteira terrestre, o repórter mostrou a divisa entre Tabatinga e Letícia, destacando a precariedade de policiamento no lado brasileiro e mostrando de forma positiva a Policia Nacional da Colômbia que possui um posto de fiscalização ativo na fronteira. De acordo com um morador brasileiro que foi entrevistado, a Força Nacional possuía um posto de fiscalização na fronteira que funcionou até meados de agosto do ano passado.

A reportagem dividiu opiniões na cidade, onde através das redes sociais, algumas pessoas publicaram sua indignação pela mesma falar só dos pontos negativos da região, tornando a cidade mal vista para o resto do país e que não foi feito um aprofundamento do porque de tanto descaso dos órgãos competentes com relação a segurança na fronteira. Para eles, a reportagem devia falar que na cidade existe, na sua maioria, pessoas de bem e trabalhadoras que não possuem vínculo algum com essa problemática.

Outros comentaram que a matéria destacou a realidade nua e crua da região que há muitos anos está esquecida e abandonada pelo poder público e que infelizmente precisava ser mostrada.  Entendem que agora com a visibilidade da reportagem em rede nacional, as autoridades tomarão medidas mais extremas com relação a segurança da região que anda precária.

E você? O que achou da reportagem? Deixe seu comentário

Viu isso?

Prefeitura Municipal de Tabatinga abre Processo Seletivo na área da Educação

A PREFEITURA MUNICIPAL DE TABATINGA, por intermédio da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – SEMED, torna …